Educação

Secretaria de Estado da Educação

Acessibilidade: A+ A() A-

 Arquivo de Notícias

Técnicos e coordenadores das unidades da rede estadual de ensino do Amapá participam da I Web Conferência 2015 para informar sobre o Censo Escolar e os documentos necessários para a sua execução. O evento iniciou hoje, 17, e tem duração de dois dias, encerrando nesta sexta-feira, 19. A conferência é simultânea em todo o Brasil e, no Amapá, é realizada no Centro de Gestão da Tecnologia da Informação (Prodap).


O principal objetivo do treinamento simultâneo é conhecer a realidade de cada escola, turma, professor e aluno de todas as etapas e modalidades de ensino e dependências administrativas. Em todo Estado do Amapá são 846 escolas sendo contabilizadas da rede estadual, municipal, federal e privadas.


De acordo com o assessor do Centro de Pesquisas Educacionais (Cepe), Laercio Góes, o treinamento via web é para todo o Brasil com sinal sendo gerado de Manaus com a coordenação do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas (Inep). "Nesse treinamento, vamos esgotar todas as dúvidas que porventura possam surgir por parte da equipe do Cepe e demais participantes, como também interagir e trocar experiências com os Estados", destacou.


A capitação de dados do censo escolar 2015 está em pleno processo, desde o último dia 8 de junho, quando ocorreu o lançamento oficial. A previsão a nível nacional é que se conclua o levantamento no dia 12 de agosto. Laercio explica ainda que no Amapá foi criada uma portaria editada pela secretária de Estado da Educação, Conceição Medeiros, que regulamenta a conclusão dos trabalhos para o dia 31 de julho.

"Queremos ter uma folga no calendário para assessorar as escolas no que for preciso e assim atingir nossas metas. À medida que as escolas inserem seus dados no censo, o Inep semanalmente emite um relatório, então teremos condições de acompanhar como está o processo de inserção de dados e qual é o percentual de escolas que foram atingidas e, em casos de necessidade, deslocaremos nossas equipes para os municípios", explicou.

Outra orientação é dada pela coordenadora estadual do Censo Escolar no Amapá, Socorro Tolosa, que alerta aos gestores escolares que fiquem atentos aos prazos e a inclusão das informações.


"Os gestores escolares devem ter cuidado com os dados para que nenhum aluno fique de fora das informações prestadas ao censo escolar, assim como as demais solicitações para que se garanta investimento federal e sirva de subsídios para a definição de políticas públicas educacionais", disse.


Para realizar a declaração dos dados da sua escola, turmas, alunos e profissionais escolares em sala de aula, acesse o Sistema Educacenso no endereço eletrônico http://educacenso.inep.gov.br.


Um próximo encontro está marcado para acontecer nos dias 22, 23 e 24 de junho no Centro de Convenções João de Azevedo Picanço, das 8h às 12h e das 14h às 18h, envolvendo os diretores, secretários e supervisores de gestão escolar.



Na manhã desta quarta-feira, 17, alunos da Escola Estadual Lauro Chaves, em Macapá, tiveram uma aula diferente. Em vez das disciplinas do dia a dia, aprenderam sobre um tema muito importante: o trabalho infantil. A programação, com palestras e apresentações culturais, faz parte da Semana de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil no Amapá, e busca despertar a sociedade para essa problemática.


Na ocasião, a equipe da Secretaria de Estado da Educação (Seed), Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (Fepeti) e Ministério do Público do Trabalho (MPT) fez uma explanação sobre os problemas e riscos que são gerados com o trabalho precoce, exemplificando como tais atitudes causam um atraso no desenvolvimento físico e psicológico das crianças.


Segundo o auditor fiscal do Trabalho, Marcos Marinho, a programação está sendo muito bem aceita pelos professores e alunos. "Hoje iniciamos as atividades em Macapá, por essa escola da zona sul; a intenção é que o diálogo também chegue aos pais, mostrando que essa é uma violação grave dos direitos humanos e do direito à infância", enfatizou Marinho.


Para a secretária de Políticas Educacionais da Seed, Elizabeth do Rosário, não há como conceber que um aluno deixe de frequentar a escola para trabalhar. "Vamos atuar na sensibilização, principalmente dos pais desses alunos. Temos que diminuir o número de evasão, que é um dos principais motivos do trabalho infantil. Lugar de criança e jovem é na escola", afirmou.


As atividades continuam nesta quinta-feira, 18, na Escola Estadual Ruth Bezerra de Almeida, no bairro São Lázaro, a partir das 7h30. No dia 19, no mesmo horário, a programação será desenvolvida na Escola Estadual Santuário do Perpétuo Socorro.


O pagamento da regência de classe aos profissionais da educação do Estado, no valor de 15% do salário-base, será incluído na folha de pagamento do mês de junho. A medida foi anunciada pelo Governo do Amapá, que também confirmou o pagamento, a partir de agosto, do retroativo referente aos meses de abril e maio.



Terão direito ao benefício apenas os profissionais que se enquadram nos requisitos pré-estabelecidos pela Secretaria de Estado da Educação (Seed), conforme acordado junto ao Sindicato dos Servidores Públicos em Educação no Amapá (Sinsepeap), durante as rodadas de negociações da Agenda do Servidor.


O benefício é extensivo aos professores que atuam exclusivamente em sala de aula, bem como aos professores do ensino especial, auxiliares educacionais, pedagogos e especialistas em educação que atuam nas unidades escolares.


O retorno da Gratificação de Regência de Classe foi proposto à categoria pelo Governo do Amapá, em abril, durante a Agenda do Servidor, e aprovado em sessão extraordinária realizada em 12 de maio, na Assembleia Legislativa do Amapá (Alap).


As secretarias de Estado do Planejamento (Seplan), da Fazenda (Sefaz), da Educação (Seed) e de Administração (Sead) garantem um cronograma de pagamento. No mês de junho, serão pagas a regência de classe e as férias. Até o dia 10 de julho, ocorrerá o pagamento do 13º salário e, ainda no mês de julho, da atualização da progressão funcional. A partir do mês de agosto, começará a ser pago o retroativo da regência de classe, referente aos meses de abril e maio, e o retroativo da progressão funcional, referente ao período de fevereiro a junho.


O GEA ressalta que a decisão é resultado das constantes conversas, na Agenda do Servidor, com o sindicato das categorias da Educação. Com a valorização do profissional que está em sala de aula, o Estado pretende incentivar o retorno dos professores e pedagogos que não estão atuando.


Dessa forma, o governo poderá economizar em contratos administrativos, investindo em qualificação profissional e melhorias na educação, medidas solicitadas pela categoria e um compromisso do governador do Estado, Waldez Góes.
Os professores que atuam em salas ambientes (Lied, Tv Escola, Sala de Leitura, Biblioteca, entre outros) oportunamente terão definidos seus direitos à gratificação de regência de classe uma vez que os projetos encaminhados a Secretaria de Educação pelas escolas estão em fase de análise pela equipe técnica competente da Seed.


"Neste primeiro momento serão esses profissionais beneficiados. A Agenda do Servidor é uma mesa de conversas constantes que não vai parar por aqui. É um pedido do governador Waldez Góes valorizar os profissionais que estão em sala de aula", ressaltou a secretária de Estado da Administração, Goreth Sousa.


A Secretaria de Estado da Educação (Seed) informa que as inscrições para os prêmios "Professores do Brasil" e "Gestão Escolar" serão abertas nesta quinta-feira, 18, e irão até 14 de setembro. O público-alvo são diretores e professores das escolas públicas de todo o Brasil.


Os prêmios do Ministério da Educação, realizados pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) em parceria com instituições privadas e do terceiro setor, foram unificados. O primeiro instituído em 2005, premia o professor que se destaca com mérito na melhoria da qualidade do ensino. O segundo estimula e reconhece, desde 1999, boas práticas de gestão nas escolas públicas de educação básica.


Prêmio Professores do Brasil


Ao fazer a inscrição online, o professor produzirá um relato de experiência, evidenciando sua qualidade e resultados obtidos. Ao escrever sobre uma experiência vivida na sala de aula, o participante desenvolve um exercício de reflexão sobre a própria prática, promovendo o aprimoramento dos processos de ensino e aprendizagem.


Podem participar, enviando um relato do trabalho desenvolvido com uma turma de alunos, professores de escolas públicas da educação básica. Serão premiados cinco professores em cada uma das seis categorias, totalizando 30 experiências selecionadas, cada uma com R$ 7 mil.


Diretores - Prêmio Gestão Escolar


Também fazendo sua inscrição online, o diretor tem acesso a um instrumento de autoavaliação dos processos de gestão e a um roteiro de um plano de ação, a ser construído com a comunidade escolar.


Podem participar escolas do ensino regular da educação básica, das redes públicas estaduais/distrital e municipais, representadas pelo diretor, que realizem o processo de autoavaliação.


Para as escolas "Destaque Local" e "Destaque Estadual" são concedidos certificados pelo site. As cinco escolas finalistas e a vencedora, recebem o diploma de "Destaque Regional" e a "Referência Brasil" respectivamente.


É concedida também premiação em dinheiro, de forma não cumulativa: R$ 6 mil para escolas indicadas como "Destaque Estadual/distrital"; R$ 10 mil para escolas selecionadas como "Destaque Regional"; R$ 30 mil para escola classificada como "Referência Brasil". O diretor das escolas "Referência Brasil" receberá R$ 6 mil.


Mais informações sobre o regulamento e a premiação podem ser obtidas nos siteswww.educadoresdobrasil.org.br

A Secretaria de Estado da Educação (Seed), por meio do Núcleo de Ensino Médio (NEM), informa que o período de inscrição do Programa Jovens Embaixadores vai até o dia 9 de agosto de 2015. O programa possibilita um intercâmbio de três semanas nos Estados Unidos para estudantes brasileiros de destaque na rede pública de ensino. Ele ainda oferece aos jovens a oportunidade de expandir seus horizontes e, ao mesmo tempo, fortalecer os laços de amizade, respeito e colaboração entre o Brasil e os Estados Unidos.


A primeira etapa é feita pelo site www.facebook.com/JovensEmbaixadores, onde o candidato deverá preencher o formulário de inscrição online e conhecer todas as fases do programa e os prazos estabelecidos.


Os pré-requisitos a serem preenchidos integralmente pelos candidatos são: ter nacionalidade brasileira; entre 15 e 18 anos de idade; pouca ou nenhuma experiência anterior no exterior; jamais ter viajado para os Estados Unidos; ter boa fluência oral e escrita em inglês; ser aluno do ensino médio na rede pública; pertencer à camada socioeconômica menos favorecida; possuir excelente desempenho escolar; perfil de liderança e iniciativa; ser comunicativo; possuir boa relação em casa, na escola e na comunidade.


Será necessário ainda que o aluno indique um professor de Língua Inglesa e seus dados (nome completo, telefone e e-mail, até o dia 25/06) para coordenar o programa em sua escola.


Serviço
Mais informações, acessem o Facebook do Programa Jovens Embaixadores ou pelo telefone 99112-8736 (Dinamarta Gonçalves – coordenadora do Programa no Estado do Amapá) ou diretamente no Núcleo de Ensino Médio, localizado no prédio da Seed. E-mails: diem.seed@gmail.com / dinnamarta@gmail.com

Os Jogos Escolares Amapaenses 2015 começam neste sábado, 13, a disputa que definirá os alunos-atletas, na faixa etária de 12 a 14 anos, que irão representar o Estado na competição nacional de Xadrez, programada para o mês de setembro, em Fortaleza(CE). Os jogos ocorrem no Monumento Marco Zero, com início previsto para 8h. Os jogos são uma realização do Governo do Estado, com orgazação da Secretaria de Estado do Desporto e Lazer (Sedel).


De acordo com o gerente do Núcleo de Esporte e Rendimento da Sedel (NER), Olivaldo Nunes, todas as modalidades individuais como, Judô, Luta Olímpica, Atletismo, Xadrez, Natação, Ciclismo, Badminton, Vôlei de Praia, Tênis de Mesa, Karatê e Capoeira, terão suas disputas em duas faixas de idade, de 12 a 14 anos e de 15 a 17, durante este mês de junho. Já nas modalidades coletivas, somente os alunos-atletas de 12 a 14 anos estarão na disputa, com os jogos iniciando na terça-feira, 16.


"Foram aproximadamente dois mil alunos-atletas que iniciaram participando dos Jeaps, em todas as modalidades coletivas, em todos os municípios do Estado. Agora estarão competindo na fase estadual, as melhores classificadas, tanto no masculino como no feminino", explicou Nunes. 
Os jogos das modalidades coletivas serão realizados nos ginásios da Polícia Militar, Avertino Ramos, e do Trem Desportivo Clube.


Jogos Nacionais
O Comitê Olímpico do Brasil (COB) escolheu as cidades de Fortaleza (CE) e Londrina (PR) como as sedes das fases nacionais dos Jogos Escolares da Juventude 2015. A capital cearense será a sede da etapa para alunos de 12 a 14 anos, entre os dias 3 e 12 de setembro, enquanto a cidade paranaense receberá a etapa de 15 a 17 anos, entre 12 e 21 de novembro.


Modalidades coletivas


Basquetebol Masculino – Somente a E. P. Podium se inscreveu e automaticamente será a campeã da modalidade no gênero.


Basquetebol Feminino - E.P. Intergenius e E.P. Podium


Futsal Feminino – E.E. São Joaquim do Pacuí, E.E. Deuzuite Cavalcante e E.E. José Bonifácio, todas de Macapá; E.E. Munguba do Jari, de Vitória do Jari, e E.E. Joanira Del Castillo.


Futsal Masculino – E.E. Josefa Jucileide, E.E. Lauro Chaves e E.P. Meta, todas de Macapá; E.E. Everaldo Vasconcelos, de Santana; E.E. Joaquim Nabuco, de Oiapoque; E.E. Munguba do Jari, de Vitória do Jari; e E.E. Sonia Henriques, de Laranjal do Jari.


Handebol Masculino – E.E. Antonio Messias, E.P. NEI e E.P. Podium, todas de Macapá.


Handebol Feminino – E.E. Rivanda Nazaré, E.P. Podium e E.P. NEI, todas de Macapá.


Voleibol Feminino – E.E. Rivanda Nazaré, E.P. Aquarela e E.P. NEI, todas de Macapá.


Voleibol Masculino - Somente a E. P. NEI se inscreveu e automaticamente será a campeã da modalidade no gênero.


 


Veja aqui as tabelas:


TABELA VOLEIBOL FEMININO ESTADUAL.pdf


TABELA HANDEBOL FEMININO E MASCULINO ESTADUAL.pdf


TABELA FUTSAL MASCULINO ESTADUAL.pdf


TABELA BASQUETEBOL FEMININO E MASCULINO ESTADUAL.pdf


TABELA FUTSAL FEM ESTADUAL.pdf


CALENDÁRIO das modalidades individuais-1.pdf

Aconteceu nesta sexta-feira, 12, na Praça da Bandeira, o lançamento da Semana de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil, com o objetivo de chamar atenção para o tema e induzir o desenvolvimento de políticas de direitos humanos de crianças e adolescentes. O evento é promovido pelo Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (Fepeti), Ministério do Público do Trabalho (MPT) e Secretaria de Estado da Educação (Seed).


Com o tema "Não ao trabalho infantil. Sim à educação de qualidade", autoridades estaduais, professores e alunos se reúnem para discutir a problemática de exploração do trabalho de crianças no Amapá. De acordo com os dados do IBGE de 2010, cerca de 12 mil casos foram registrados no Estado, com ênfase na capital Macapá e no município de Santana.


No período de 15 a 19, a programação continua com ações em cinco escolas públicas nos municípios de Macapá, Mazagão e Santana.


Para Quésia Furtado, aluna do Colégio Amapaense, a ação envolve, principalmente, os principais atingidos que são os jovens. "Temos que levantar sempre esse debate, pois vemos sempre nos sinais garotos pedindo dinheiro para reparar carros, e isso precisa acabar", protestou.


Segundo a secretária de Políticas Educacionais da Seed, Elizabeth do Rosário, não há como se conceber que um aluno deixe de frequentar a escola para trabalhar. "Vamos atuar na sensibilização, principalmente dos pais desses alunos. Temos que diminuir o número de evasão, que é um dos principais motivos do trabalho infantil. Lugar de criança e jovem é na escola", afirmou.


A superintendente do MPT, Joelma Santos, ressaltou a atuação das fiscalizações, no sentido de coibir esses trabalhos precoces. "É sempre bom lembrar que é vedado o trabalho para menores de 18 anos, a não ser a partir de 16 anos como jovem aprendiz. Vamos continuar percorrendo todos os municípios com audiências públicas e fiscalizações com a comunidade".


Um grupo de jovens do Instituto Inova, que trabalha um programa de aprendizagem, estágio e qualificação profissional gratuitamente, também participou da abertura da semana.


Trabalhamos com jovens de 14 anos como aprendizes e 16 anos para estagiários, porém todos precisam comprovar que estão em sala de aula", disse a presidente do instituto, Fabíola Ribeiro.


O Programa Nacional de Educação Empreendedora, do Sebrae, foi apresentado na tarde desta quinta feira, 11, no auditório da secretaria de Estado da Educação (Seed) aos diretores e coordenadores das escolas que devem participar do programa piloto que será implementado já no segundo semestre deste ano, com o retorno do calendário escolar. Professores serão capacitados para incentivar o espírito empreendedor de estudantes de 35 unidades estaduais, que atendem de 1º ao 5º e do 6º a 9º ano, além, do ensino médio.


Os mecanismos utilizados são voltados para o desenvolvimento de ações empreendedoras em todos os níveis de ensino. A novidade deste ano é que o programa também será levado às escolas que estão inclusas nos sistemas prisionais como, por exemplo, a Escola Estadual Elcy Lacerda, que está localizada nas dependências do Centro de Educação Socioeducativo de Internação (Cesein) e a E.E São José, que funciona no Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen).


De acordo com a consultora técnica do Sebrae/AP, Simoní Ferreira, a instituição busca parcerias e capacita os professores para que sejam socializados temas relacionados ao empreendedorismo, que será trabalhado em sala de aula. Ela afirma ainda que o programa fornece todo o material didático aos professores e alunos e é voltado para o estímulo da inciativa no mercado de trabalho.


"Esse é um programa desafiador para o futuro dos jovens, para que eles possam ter uma formação que quebre paradigmas no mundo do trabalho, que muitas vezes é tendenciado para o concurso público. O objetivo é colaborar para que esse jovem se forme para o mundo e tenha a maturidade de que se pode buscar outros meios de desenvolver a vida profissional e social", afirmou.


No que diz respeito à preparação dos professores, serão trabalhados temas como matemática financeira, a importância de poupar, opções de financiamentos e, também, como lidar com possíveis fracassos, tendo em vista que alguns negócios fecham em aproximadamente cinco anos, segundo levantamento do Sebrae. Outros pontos que serão estimulados são voltados para as áreas de tecnologia, inovação e ciência, além do fomento à criação de novas pequenas empresas, que geram emprego no Estado.


Segundo Ailton Guedes, coordenador de Desenvolvimento de Normatização das Políticas Educacionais (Codnope), as políticas educacionais têm atentado para a reformulação das matrizes curriculares e nelas estão sendo intensificados assuntos que passam por diversidade de gêneros, música, empreendedorismo entre outros.


"Queremos trabalhar conteúdos curriculares com foco na metodologia de resolução de problemas, questões que são vivenciadas diariamente e, principalmente, dar autonomia para o aluno na criação de projetos que estimulem o desenvolvimento profissional e pessoal", destacou.


O lançamento do Programa Educação Empreendedora está previsto para o dia 20 de junho, no auditório do Sebrae, às 8h30, com a apresentação aos servidores que atuam no complexo da Seed. No dia 27, às 9h, ocorrerá o lançamento oficial do programa, também no Sebrae.


Com o tema "Não ao trabalho infantil. Sim à educação de qualidade", será lançada a Semana de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil, que será intensificada na rede estadual de ensino. O evento ocorre nesta sexta-feira, 12, a partir das 8h30, na Praça da Bandeira.


Organizada, no Amapá, pelo Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (Fepeti), Ministério Público do Trabalho (MPT) e Secretaria de Estado da Educação (Seed), a programação inclui campanhas e seminários, com o objetivo de chamar atenção para erradicação do trabalho infantil e induzir o desenvolvimento de políticas de direitos humanos de crianças e adolescentes, dando ênfase ao fortalecimento dos conselhos de direito.


As ações se desenvolverão em cinco escolas públicas nos municípios de Macapá, Santana e Mazagão e serão direcionadas a professores, pais e alunos. A semana se encerra no dia 19.


Confira a programação:


Dia: 12 (sexta-feira) Atividade: Abertura da Semana de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil no Estado do Amapá Horário: 8h30 às 11h30 Local: Praça da Bandeira (Avenida FAB, centro de Macapá).


Dia: 15 (segunda-feira) Horário: 7h30 às 11h30 Local: Escola Estadual Murilo Braga (Avenida Prefeito Osmundo Costa, 439, bairro Central - Mazagão).


Dia: 16 (terça-feira) Horário: 7h30 às 11h30 Local: Escola Estadual Osvaldina Ferreira da Silva (Rua Peter Van Schupemberg, 90, Ilha de Santana - Santana).


Dia: 17 (quarta-feira) Horário: 7h30 às 11h30 Local: Escola Estadual Lauro de Carvalho Chaves (Avenida dos Tembés, 300, bairro Muca - Macapá).


Dia: 18 (quinta-feira) Horário: 7h30 às 11h30 Local: Escola Estadual Ruth Bezerra de Almeida (Rua Adílson José Pinto Pereira, 109, bairro São Lázaro - Macapá)


Dia: 19 (sexta-feira) Horário: 7h30 às 11h30 Local: Escola Estadual Santuário do Perpétuo Socorro (Avenida das Nações Unidas, 103, bairro Perpétuo Socorro - Macapá).

A Secretaria de Estado da Educação (Seed) por meio do Centro de Pesquisas Educacionais (CEPE) informa que os resultados preliminares da Avaliação Nacional da Alfabetização de 2014 já estão disponíveis para consulta. Nessa etapa, que vai de 29 de maio a 12 de junho, até as 14h, o acesso é restrito aos gestores escolares, mediante cadastro prévio. Durante o período, as escolas podem consultar e discutir seu desempenho com as equipes pedagógicas e de gestão. Caso discordem, os gestores também podem interpor recurso no mesmo sistema, informando os motivos ao Inep.


Os resultados foram disponibilizados para os estabelecimentos de ensino que cumpriram o critério de participação de pelo menos 80% dos estudantes matriculados no 3º ano do ensino fundamental.


Em caso de dúvidas, os gestores escolares podem contatar o Inep pelo e-mail ana.resultados@inep.gov.br.


Se você ainda não possui cadastro, cadastre-se aqui:


http://ana.inep.gov.br/ANA/view/consultaEscola/consultaEscola.seam


Consulte o manual com as orientações para cadastro e acesso aos resultados preliminares:


http://download.inep.gov.br/mailing/2015/sistema_resultados_preliminares_manual_de_acesso.pdf


 


 












































































































































































































































































































































































































































































































































































































































AVALIAÇÃO NACIONAL DA ALFABETIZAÇÃO


     

RELAÇÃO DAS ESCOLAS ESTADUAIS COM ACESSO AOS RESULTADOS PRELIMINARES - 2014


     
     

MUNICÍPIO



CÓD_ESCOLA



ESCOLA



AMAPA



16000684



ESC EST ROZENDO NASCIMENTO FILHO



AMAPA



16000706



ESC EST PROF MARIA ESMERALDA MARTINS DE MOURA



AMAPA



16000811



ESC EST MARIA DO CEU GONCALVES DIAS



AMAPA



16000820



ESC EST ANTONIO TEIXEIRA GUERRA



CALCOENE



16000080



ESC EST JOSE RODRIGUES CORDEIRO



CALCOENE



16000099



ESC EST LOBO DALMADA



CUTIAS



16001443



ESC EST CREIO EM DEUS DO ARAGUARI



CUTIAS



16001400



ESC EST PROF JOSE RIBEIRO PONTES



FERREIRA GOMES



16001605



ESC EST INDEPENDENCIA



ITAUBAL



16001680



ESC EST ANA CLAUDINA PICANCO



ITAUBAL



16001702



ESC EST ESTEVAM DE CARVALHO COSTA



LARANJAL DO JARI



16007875



ESC EST PROSPERIDADE



LARANJAL DO JARI



16006666



ESC EST SANTO ANTONIO DO JARI



LARANJAL DO JARI



16004930



ESC EST AGUA BRANCA DO CAJARI



LARANJAL DO JARI



16007905



ESC EST BOM AMIGO DO JARI



LARANJAL DO JARI



16007867



ESC EST MIRILANDIA



MACAPA



16006216



ESC EST CACHOEIRA DO RIO PEDREIRA



MACAPA



16002164



ESC EST NESTOR BARBOSA DA SILVA



MACAPA



16002261



ESC EST ARIRI



MACAPA



16002300



ESC EST CARAPANATUBA



MACAPA



16002652



ESC EST PEDRO ALCANTARA CHAVES LOPES



MACAPA



16002865



ESC EST PROF ANTONIO FIGUEIREDO DA SILVA



MACAPA



16003950



ESC EST GARIMPO DE SAO TOME



MACAPA



16003977



ESC EST SAO BENEDITO DO PACUI



MACAPA



16003985



ESC EST SAO FRANCISCO DO ALTO



MACAPA



16004000



ESC EST SAO JOAQUIM DO PACUI



MACAPA



16024001



ESC EST SILVIO CAMILO



MACAPA



16002075



ESC EST GAL CARROMBERT PEREIRA DA COSTA



MACAPA



16002350



ESC EST DANIEL DE CARVALHO



MACAPA



16004310



ESC EST DE TEMPO INTEGRAL PE JOAO PIAMARTA



MACAPA



16003993



ESC EST SAO FRANCISCO DO PIRIRIM



MACAPA



16002504



ESC EST JOSE BONIFACIO



MACAPA



16002113



ESC EST NAZARE DA PEDREIRA



MACAPA



16002628



ESC EST RAIMUNDO PEREIRA DA SILVA



MACAPA



16003756



ESC EST IGARAPE GRANDE DO CURUA



MACAPA



16003772



ESC EST ITAMATATUBA



MACAPA



16003780



ESC EST MANOEL PEREIRA HERCULANO



MACAPA



16003799



ESC EST MARIA JOSE CAMPELO DA SILVA



MACAPA



16003829



ESC EST PROF GLICERIO DE S FIGUEIREDO



MACAPA



16003713



ESC EST BENEVENUTO SOARES RODRIGUES



MACAPA



16003918



ESC EST GOVERNADOR IVANHOE GONCALVES MARTINS



MACAPA



16003608



ESC EST IGARAPE GRANDE DA TERRA GRANDE



MACAPA



16003667



ESC EST CANAL DO GUIMARAES



MACAPA



16006267



ESC EST IGARAPE DO CARNEIRO



MACAPA



16007654



ESC BOSQUE DO AMAPA MOD REG DO BAILIQUE



MACAPA



16003853



ESC EST VILA MACEDONIA



MACAPA



16003730



ESC EST IGARAPE DO BURITIZAL



MACAPA



16003705



ESC EST FRANCO GRANDE



MACAPA



16007492



ESC EST MARIA ANGELICA PEREIRA GOES



MACAPA



16002563



ESC EST LAGOA DOS INDIOS



MACAPA



16006879



ESC EST PROF MARGARIDA ROCHA DA COSTA



MACAPA



16006798



ESC EST PROF HELENISE WALMIRA DIAS SANTOS



MACAPA



16003675



ESC EST CLAUDIO DOS SANTOS BARBOSA



MACAPA



16008413



ESC EST SAO FRANCISCO DAS CHAGAS



MACAPA



16001877



ESC EST PROF ROBERTO JOSE MORAIS DE CASTRO



MACAPA



16002466



ESC EST MODELO GUANABARA



MACAPA



16002695



ESC EST PRINCESA IZABEL



MACAPA



16006488



ESC EST MARIA BERNADETE A DO NASCIMENTO



MACAPA



16002318



ESC EST CASTRO ALVES



MACAPA



16002792



ESC EST SAO BENEDITO



MACAPA



16002270



ESC EST AUGUSTO DOS ANJOS



MACAPA



16002326



ESC EST CECILIA PINTO



MACAPA



16002440



ESC EST GONCALVES DIAS



MACAPA



16003373



ESC EST SANTA MARIA



MACAPA



16002547



ESC EST PROF JOSEFA JUCILEIDE A COLARES



MACAPA



16002156



ESC EST REINALDO MAURICIO GOLBERT DAMASCENO



MACAPA



16002709



ESC EST PROF IRINEU DA GAMA PAES



MACAPA



16003438



ESC EST PROF NELITA ROCHA BRITO DIAS



MACAPA



16003497



ESC EST MAE ANGELICA



MACAPA



16002717



ESC EST PROF LAURO DE CARVALHO CHAVES



MACAPA



16002105



ESC EST N S DE NAZARE



MACAPA



16003209



ESC EST DOM JOSE MARITANO



MACAPA



16025008



ESC EST DE TEMPO INTEGRAL PROF DARCY RIBEIRO



MACAPA



16002253



ESC EST ARACARY CORREA ALVES



MACAPA



16006763



ESC EST SANTUARIO DO PERPETUO SOCORRO



MACAPA



16010841



ESC EST PE ANGELO BIRAGHI



MACAPA



16002687



ESC EST PREDICANDA C AMORIM LOPES



MACAPA



16003420



ESC EST PROF ONEIDE PINTO LIMA



MACAPA



16007530



ESC EST BRASIL NOVO



MACAPA



16002830



ESC EST SERAFINI COSTAPERARIA



MACAPA



16008634



ESC EST RAIMUNDA DULCINEA M DA SILVA



MAZAGAO



16005856



ESC EST EVILASIO PEDRO DE L FERREIRA



MAZAGAO



16005945



ESC EST OSMUNDO VALENTE BARRETO



MAZAGAO



16005414



ESC EST PROF ANTONIA SILVA SANTOS



MAZAGAO



16005333



ESC EST DR MURILO BRAGA



MAZAGAO



16005783



ESC EST FAGUNDES VARELA



MAZAGAO



16005430



ESCOLA ESTADUAL PRESIDENTE TANCREDO DE ALMEIDA NEVES



MAZAGAO



16005392



ESC EST MANOEL QUEIROZ BENJAMIM



MAZAGAO



16005384



ESC EST JOSE HILARIO



OIAPOQUE



16000307



ESC EST JOAQUIM CAETANO DA SILVA



PEDRA BRANCA DO AMAPARI



16001273



ESC EST JOSE FERNANDES DA SILVA



PORTO GRANDE



16007760



ESC EST SANTA MARIA



PORTO GRANDE



16006933



ESC EST JOSE RIBAMAR TEIXEIRA



PORTO GRANDE



16004132



ESC EST CAMPO VERDE



PRACUUBA



16010140



ESCOLA MUNICIPAL CHAPEUZINHO VERMELHO



SANTANA



16009789



ESC EST N S DE NAZARE



SANTANA



16004493



ESC EST PROF AFONSO ARINOS DE MELO FRANCO



SANTANA



16004442



ESC EST FOZ DO RIO MATAPI



SANTANA



16004469



ESC EST OSVALDINA FERREIRA DA SILVA



SANTANA



16004388



ESC EST ALBERTO SANTOS DUMONT



SANTANA



16007220



ESC EST ANA DIAS DA COSTA



SANTANA



16006860



ESC EST SAO PAULO



SANTANA



16006178



ESC EST PROF WALDECY CORREA FERREIRA



SANTANA



16006917



ESC EST PROF DENISE DE MELO VASCONCELOS



SANTANA



16004760



JD INF VITORIA REGIA



SANTANA



16007352



ESC EST FONTE NOVA



SANTANA



16008790



ESC EST SAO JOAO



SANTANA



16006771



ESC EST NOVO HORIZONTE



SANTANA



16004752



ESC EST MARIA CATARINA DANTAS TIBURCIO



SANTANA



16006372



ESC EST SAO BENTO



TARTARUGALZINHO



16000994



ESC EST MARIA LUCILA BRAZAO



TARTARUGALZINHO



16007140



ESC EST DARCY RIBEIRO



TARTARUGALZINHO



16007778



ESC EST NOVA VIDA



TARTARUGALZINHO



16001184



ESC EST PROF MARIA JOSE DE NAZARE F LIMA



TARTARUGALZINHO



16000986



ESC EST WASHINGTON LUIS A FIGUEIREDO



TARTARUGALZINHO



16001133



ESC EST JUVENAL FARIAS DA COSTA



VITORIA DO JARI



16004973



ESC EST JARILANDIA



Fonte: Centro de Pesquisas Educacionais - CEPE/SEED



 


 

Com o intuito de promover a difusão e melhorar a qualidade do ensino da língua espanhola na rede pública de ensino, professores amapaenses participarão do Curso de Atualização e Aperfeiçoamento para Professores de Espanhol, no período de 24 a 28 de agosto. A capacitação é uma parceria da Secretaria de Estado da Educação (Seed) com o Ministério da Educação, Cultura e Esporte da Espanha.

O curso terá a carga horária de 40h e, além dos professores de espanhol que atuam na rede estadual de ensino, também é destinado aos acadêmicos concluintes do curso de Letras/Espanhol. Serão ofertadas 50 vagas e as inscrições ocorrerão no período de 18 a 19 de junho, no prédio da Seed, na sala do Núcleo de Ensino Médio (NEM), nos horários das 9h às 12h e das 15h às 18h.

A gerente do NEM, Dina Melo, explicou que a intenção é proporcionar aos professores das escolas públicas a possibilidade de troca de experiências pedagógicas e a ampliação de suas destrezas linguísticas/comunicativas na docência da disciplina. "Queremos promover o intercâmbio acadêmico, cultural e tecnológico dos alunos, professores e profissionais da educação", disse.

O curso será ministrado em módulos por professores do ministério espanhol e tratará de aspectos linguísticos, metodológicos e culturais da língua espanhola. A Universidade do Estado do Amapá (Ueap) e a Associação dos Professores de Espanhol do Estado do Amapá (APEEAP) são os parceiros da Seed para a realização do Curso, que acontecerá nas dependências do Campus II da Ueap.

Língua espanhola



A obrigatoriedade da oferta da língua espanhola em todas as escolas de ensino médio no Brasil é recente. Iniciou no ano de 2005 com a promulgação da Lei Federal Nº 11.161/2005. A partir daí, todos os Estados do Brasil tiveram cinco anos para adequar-se as exigências dessa lei.

O Estado do Amapá passou a ajustar-se a essa nova realidade quando o Conselho Estadual de Educação do Amapá regulamentou/normatizou a Lei 11.161/05 para o Sistema Estadual de Ensino do Amapá, através da Resolução Nº. 134/09 – CEE/AP de 29 de dezembro de 2009.

Em 2014 e 2015 houve um aumento da oferta da disciplina espanhol nas escolas estaduais com a posse dos professores concursados. Contudo, ainda há carência de professores de espanhol nas escolas de ensino médio no Estado do Amapá, principalmente nas escolas dos municípios mais distantes onde não houve inscritos e/ou aprovados pelo concurso público de 2012, e o Estado contratou professores temporários, uma vez que há a obrigatoriedade da disciplina.

Esta é a primeira vez que o Amapá assina um Memorando de Entendimento para Colaboração Educativa com o Ministério da Educação, Cultura e Esporte da Espanha.

Para mais informações, os interessados podem entrar em contato com Dina Melo, Gerente do NEM, pelos contatos: 98116-4203 e 99188-2772 ou pelo email: diem.seed@gmail.com


Iniciaram as seletivas municipais dos Jogos Escolares Amapaense 2015 nas diversas modalidades esportivas. A faixa etária entre 12 e 14 anos, que promoveu partidas emocionantes, apontou os primeiros classificados de Macapá, Santana, Laranjal do Jarí para a fase estadual. A competição é promovida pelo Governo do Estado, por meio das Secretarias de Estado da Educação (Seed) e do Desporto e Lazer (Sedel).


A organização dos Jogos Escolares estipulou que na fase final na capital classificam-se os três primeiros colocados de Macapá e um representante dos municípios em cada modalidade. Em Laranjal do Jarí, no Sul do Estado, classificou-se no futsal a equipe da Escola Estadual Munguba do Jarí. Já no município de Santana, no masculino, a Escola Estadual Everaldo Vasconcelos, e no feminino, a Escola Joanira Del Castillo.


Macapá definiu seus representantes no basquete, no handebol, futsal e voleibol. De acordo com Olivaldo Nunes, coordenador dos Jogos Escolares, o nível técnico das disputas está sendo considerado muito bom. "Temos visto que a garotada tem evoluído bastante. Vimos no futsal, por exemplo, uma qualidade surpreendente em Santana. Isso cria a expectativa de que a fase final em Macapá será disputadíssima", assegurou.


No próximo dia 9, os professores das escolas classificadas participarão de uma reunião de congresso técnico, às 16 horas, na Sedel, para definição das tabelas dos jogos em suas modalidades, e de hospedagem e alimentação das equipes das Escolas dos Municípios afastados e de São Joaquim do Pacuí.


Lista por escolas classificadas
Basquete Masculino: Centro de Ensino Podium
Basquete Feminino: Escola Intergenius
Futsal Masculino: Escola Meta, E. Estadual Josefa Jucileide, E. Estadual Lauro Chaves
Handebol Masculino: C. de Ens. Podium, Escola NEI, E. Estadual Antonio Messias
Voleibol Masculino: Escola NEI
Voleibol Feminino: E. Estadual Rivanda Nazaré, Escola NEI, Escola Conexão Aquarela


A secretária de Educação, Conceição Medeiros, deu posse nesta terça-feira, 9, no auditório da secretaria de Estado da Educação (Seed), a 24 novos membros do Conselho Permanente de Valorização do Profissional de Educação Básica (CPVPEB), do quadriênio 2015-2019.


Os novos conselheiros compõem o quadro funcional do Sindicato dos Servidores Públicos em Educação (Sinsepeap), Secretaria de Estado da Administração (Sead) e da Seed. Com maior número de representantes formados pela entidade sindical, sendo 6 titulares e 6 Suplentes, seguido de forma igualitária de 3 titulares e 3 suplentes da Seed e Sead.


O Conselho é constituído para cumprir função consultiva, fiscalizadora, revisora e de recurso nas matérias pertinentes às políticas de administração, carreira e remuneração dos profissionais da educação básica que pertence ao quadro efetivo do Governo do Amapá.


Para o presidente do Sinsepeap, Aroldo Rabelo, uma das principais funções do Conselho é verificar as várias denúncias que existem de instituições de nível superior que vendem diplomas de graduação e especialização, mas também, analisar e acompanhar processos, amparados em Leis e regulamentos.


"Estamos no processo de conclusão do Plano Estadual de Educação (PEE) e questões pertinentes aos assuntos ligados ao Conselho foram também pontuados. Os membros representam a categoria para que em conjunto possam trabalhar para a promoção dos servidores da educação", destacou.


Entre as funções do Conselho estão: desenvolver estudos e análises, que subsidiem informações para fixação, aperfeiçoamento e modificação de política de pessoal; apreciar assuntos concernentes ao desenvolvimento dos profissionais da educação na carreira, compreendendo as progressões e promoções.


Segundo a secretária de Educação, Conceição Medeiros, o Conselho deve ter um olhar clínico para as problematizações e acompanhar tudo de perto as questões pertinentes.


"Este conselho é muito importante para a educação e pela equipe presente vejo que o trabalho será feito com dedicação e profissionalismo. A qualidade da educação é um compromisso de todos e temos que manter um diálogo permanente com autonomia de cada Conselho ou entidade", destacou Medeiros.


Para o membro do CPVPEB, Wirley Oliveira, é uma missão gratificante fazer parte do Conselho, no sentido de contribuir verdadeiramente na valorização do profissional da educação.


Participaram da cerimônia, coordenadores, gerentes de núcleos e técnicos ligados a órgãos e entidades que atuam na educação, Além, de representantes do Conselho Estadual de Educação e da Comissão Permanente de Pessoal Docente e demais.

Diretores e coordenadores pedagógicos de escolas estaduais de ensino médio estiveram reunidos nesta quarta-feira, 3, no auditório do campus II da Universidade do Estado do Amapá (Ueap), para discutir a respeito da divulgação do processo de inscrição o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), no Amapá.


A coordenadora do Núcleo de Ensino Médio da Secretaria de Estado da Educação (Seed), Dina Melo, ressaltou a importância na orientação de pais e alunos sobre o benefício da nota do Enem, tanto para escola, como para o aluno. "Precisamos alertar e até ajudar a incentivar nossos alunos a se inscreverem no Enem; agora é possível ingressar nas universidades federais do país utilizando o desempenho no exame e a mesma nota serve de avaliação para as instituições", afirmou a professora.


Na ocasião, os diretores e os coordenadores escolares receberam orientações no sentido de intensificar a divulgação das inscrições que encerram na próxima sexta-feira, 5, além da criação de ambientes com computadores e acesso à internet para ajudar no processo de inscrição online.


A diretora da Escola Estadual Nilton Balieiro, Rita Gonçalves, parabenizou a iniciativa da reunião. "Na nossa escola, fizemos uma ampla divulgação em todas as salas de ensino médio, aos alunos que ainda estão com dificuldades, vamos disponibilizar alguns computadores para fazerem a inscrição", disse a gestora.


A taxa de inscrição do Enem custa R$ 63 reais. Estão isentos do pagamento alunos matriculados no último ano do ensino médio em escolas públicas e participantes que declararem carência no ato da inscrição, conforme legislação vigente.

Nesta quarta-feira, 3, foi realizado um encontro na sede do Ministério Público – Procuradoria do Trabalho, no município de Macapá, envolvendo representantes do MP e da Secretaria Estadual de Educação (Seed), para elaborar a programação da semana de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil, que será intensificada na rede estadual de ensino, a partir do dia 12. A abertura oficial do evento culminará com a celebração do Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil.


A programação é organizada no Amapá pelo Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (Fepeti) e contemplará campanhas e seminários, com o objetivo de chamar atenção para erradicação do trabalho infantil e induzir o desenvolvimento de políticas de direitos humanos de crianças e adolescentes, dando ênfase ao fortalecimento dos conselhos de direito.


O tema da campanha deste ano é "Não ao trabalho infantil. Sim à educação de qualidade". A ação envolverá diversas entidades e será desenvolvida nas escolas estaduais.


De acordo com Joelma Moraes, superintendente do Ministério do Trabalho, é preciso combater, por meio da fiscalização e orientação, toda e qualquer forma de trabalho infantil, retirando as crianças do trabalho e facilitando o acesso à escola. "É notório a permanência de crianças até a madrugada em casos de exploração de trabalho infantil. Elas não têm acompanhamento familiar, o que, algumas vezes, ocasiona a evasão escolar. Nesse sentido, chamamos a todos no combate desta causa", destacou.


Ainda segundo Joelma, o trabalho em conjunto será levado também para os municípios e terá vigência durante todo ano. Em Macapá, foram detectadas algumas áreas consideradas de risco social para debater o tema na escola, com a comunidade escolar, pais e demais órgãos.


Segundo dados de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Macapá,Santana, Mazagão e Oiapoque são os municípios do Estado que mais incorrem na infração, com maior incidência nas áreas de comércio e atividades informais, seguido do setor primário, principalmente nos casos dos municípios mais afastados da capital.


Para a secretária de Educação, Conceição Medeiros, é importante o engajamento de todos os segmentos da sociedade na luta contra o trabalho infantil. "Nós não podemos perder nenhuma criança para o trabalho infantil, para isso, as escolas monitoram no controle de frequência, no controle de abandono e evasão escolar. Precisamos também trabalhar com a família, trazer para dentro da escola e sensibilizar. Vamos debater vários temas e fazer um trabalho de formação e informação com os pais. Queremos dar o acesso, permanência e o sucesso dessa criança que está sob nossa responsabilidade", concluiu.


Fazem parte do projeto-piloto as escolas estaduais Murilo Braga, localizada no município de Mazagão, Osvaldina Ferreira da Silva, em Santana, Lauro de Carvalho Chaves, Ruth Bezerra de Almeida e Santuário do Perpétuo Socorro em Macapá.


Programação:
Dia 12/6/2015
Atividade: Abertura da Semana de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil no Estado do Amapá
Horário: 08h30 às 11h30
Local: Praça da Bandeira