Educação

Secretaria de Estado da Educação

Acessibilidade: A+ A() A-

 NOTÍCIAS

Seed estuda utilizar plataforma SigEduc para matrícula na rede estadual em 2018

Por: Paula Monteiro - 13/11/2017 - 07:37

Foto: Wellington Costa

Com o objetivo de apresentar as vantagens do Sistema Integrado de Gestão da Educação (SigEduc) para a matrícula da rede estadual de ensino em 2018, a Secretaria de Estado da Educação (Seed) reuniu-se com a equipe da Promotoria de Defesa da Educação (MP-AP), na última sexta-feira, 10. Na oportunidade, foi explicada a funcionalidade da plataforma e as vantagens de sua utilização pela comunidade escolar e pela Secretaria de Educação.

O SigEduc é uma plataforma digital criada para modernizar as rotinas de administração, gestão pessoal e técnica da Secretaria de Educação acompanhando e apoiando o trabalho dos gestores, professores e demais profissionais que integram a rede escolar. O sistema integrado facilita a rotina da equipe gestora da escola, dos estudantes e também dos responsáveis pelos alunos, pois facilita o acompanhamento das notas e presença do aluno, por exemplo.

O sistema SigEduc também possibilita o monitoramento dos indicadores da escola, apoia o trabalho dos gestores escolares, professores e servidores da educação, bem como fornece ferramentas modernas para alunos e a sociedade com módulos específicos para cada área. “O SIGEduc objetiva facilitar e organizar toda a demanda das escolas, permitindo mais transparência em todos os processos que envolvem a vida estudantil”, explicou a secretária adjunta de Políticas Educacionais, Dina Melo.

A Secretaria de Educação estuda utilizar o Sistema Integrado para realizar a matrícula em 2018. No primeiro momento, a plataforma foi apresentada às equipes gestoras das escolas que foram estimuladas a fazer uso do recurso tecnológico. Entre os principais benefícios estão a matrícula online para novos estudantes, renovação de matrícula, transferência da rede, transparência e acesso aos dados escolares, dados sobre a vida escolar do aluno e perfil dos professores, vagas disponíveis por escola e etc.

Durante a reunião, ficou acertado que a Secretaria de Educação permitirá o acesso direto do MP à plataforma para que o mesmo possa contribuir, incentivar, monitorar e fazer as intervenções necessárias junto à comunidade escolar.

A reunião contou com a presença do titular da Promotoria da Educação, promotor de Justiça Roberto Álvares, e sua equipe; representantes do Núcleo de Tecnologia Educacional (NTE) e equipe técnica da Secretaria de Educação.