Educação

Secretaria de Estado da Educação

Acessibilidade: A+ A() A-

 NOTÍCIAS

Estudantes voltam às aulas no Jari após 13 dias suspensas por causa de inundações

Por: Ailton Leite - 29/05/2018 - 09:20

Foto: Philippe Gomes/SECOM

Mesmo com o nível elevado do Rio Jari, aos poucos, alguns pontos da cidade de Laranjal do Jari, que ficaram submersos com a cheia, voltam às suas atividades normais. É o caso das escolas municipais que retornaram às aulas nesta segunda-feira, 28, após 13 dias suspensas. Na rede estadual, a previsão é que as aulas voltem a partir do dia 4 de junho. O atendimento na Unidade Básica de Saúde (UBS), que fica no centro da cidade, ainda não foi normalizado.

A Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (Cedec) havia programado para iniciar, nesta segunda-feira, o transporte das mais de 70 famílias – cerca de 311 pessoas – desabrigadas, atingidas pelos alagamentos, que deixou vários bairros do município submersos. Mas a ação foi temporariamente suspensa por conta da elevação no nível do Rio Jari, segundo informou o subcomandante do Corpo de Bombeiros Militar do Amapá (CBM/AP), coronel Janary Picanço.

Na manhã de domingo, 27, a régua que mede o nível do rio apontou 2,11 metros, mas na manhã desta segunda, as águas voltaram a subir chegando a 2,22 metros. No momento, 17 famílias (81 pessoas) se encontram abrigadas na Associação Desportiva Bucho Quebrado. Outras 8 famílias (32 pessoas) estão na escola Zélia Conceição e 49 (198 pessoas) na quadra da Escola Estadual Mineko Hayashida.

Desde que a população começou a ser afetada com a cheia, no mês de abril, a Defesa Civil já distribuiu mais de 1,5 milhão de litros de água potável em carros-pipa. Ainda não há previsão para que o sistema de abastecimento de água seja reestabelecido em sua totalidade.

Ajuda humanitária

Mais de 1,8 mil famílias já foram contempladas com a distribuição da ajuda humanitária solicitada pelo governo do Estado e enviada pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil do Ministério da Integração Nacional.

Cesta básica, colchões, água mineral, produtos de limpeza e de higiene e kits dormitório começaram a chegar na cidade, no último dia 20, e a distribuição iniciou-se no dia 22 de maio. As demais famílias cadastradas receberão outra remessa de donativos esta semana.