Educação

Secretaria de Estado da Educação

Acessibilidade: A+ A() A-

 NOTÍCIAS

Governo orienta sobre uso de materiais do Programa de Aprendizagem do Amapá

Por: Caroline Mesquita - 13/02/2019 - 16:03

Foto: Erich Macias/Seed

O Governo do Estado do Amapá (GEA) traçou este ano uma nova meta educacional: transformar em até três anos as terras amapaenses no maior Estado alfabetizador do Brasil, por meio do Regime de Colaboração. Com a aplicação do Programa de Aprendizagem do Amapá (Paap) será possível alfabetizar 100% das crianças até o fim do 2º ano do ensino fundamental.

Nesta terça-feira, 12, a equipe do Colabora Amapá – nome atribuído ao Regime de Colaboração pactuado entre Governo do Amapá e os 16 municípios amapaenses – do eixo Educação reuniu-se com a Câmara Técnica do Paap (composta por secretários municipais e técnicos de Educação) para tratar sobre os métodos que devem ser aplicados durante o ano letivo de 2019. O encontro ocorreu no auditório da Escola Estadual Deusolina Salles Farias, em Macapá.

Com a entrega nos 16 municípios dos kits do Paap para estudantes e professores (do 1º ao 5º ano do ensino fundamental), adaptados à cultura amapaense, e a formação dos professores concluída no programa, agora, é o momento de aplicar a teoria na prática em sala de aula. A câmara técnica contou com a ajuda de Fabiana Pedrosa, consultora do Instituto Natura, órgão que apoia o Colabora Amapá.

Pedrosa explicou as responsabilidades imediatas de cada integrante dentro do Paap: aplicadores das avaliações-diagnósticos, gestores e coordenadores pedagógicos, câmara técnica e equipe do Colabora Amapá – eixo Educação, e professores. Primeiro serão aplicados um questionário e uma avaliação-diagnóstico com todos os alunos dos anos iniciais do ensino fundamental para poder ter um parâmetro do que é preciso avançar.

“A câmara técnica precisa estar muito próxima do nosso formador, e também é necessário aplicar a avaliação diagnóstica e ter a ficha de registro de alunos faltantes. Essas informações serão primordiais para começarem a trabalhar com o material pedagógico do Paap”, orientou Pedrosa aos secretários municipais e técnicos de educação.

O Programa de Aprendizagem no Amapá foi lançado em junho de 2017 pelo Governo do Amapá, em parceria com o Governo do Ceará. O Estado investiu aproximadamente R$ 2 milhões para aquisição do material pedagógico. Para a secretária adjunta de Política Educacional da Secretaria de Estado da Educação (Sape/Seed), Neurizete Nascimento, o Paap vai fazer muita diferença na vida dessas crianças e alavancar resultados educacionais positivos.

“Ficamos encantados quando conhecemos o Mais Paic, programa educacional que é desenvolvido pelo Governo Ceará. E agora estamos vendo caminhar o nosso Paap, que nos trará muitos resultados positivos. Todo educador sonha em oferecer uma educação de qualidade para seus alunos”, pontuou a gestora.