sábado, 06 de fevereiro de 2021 - 16:34h
Circuito Educação: Pedra Branca e Serra do Navio integram estratégia para ampliação das Escolas do Novo Saber
Tema foi debatido com gestores. Além disso, o processo de municipalização também foi discutido com secretários municipais.
Por: Valdeí Balieiro
Foto: Valdeí Balieiro
Educadores engajados no programa

Circuito Educação, programa desenvolvido pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Educação (Seed), chegou aos municípios de Pedra Branca do Amapari e Serra do Navio. A visita foi realizada por técnicos da Seed nos dias 4 e 5 de fevereiro.

Nesses encontros a Secretaria de Educação dialoga sobre os projetos estruturantes da política de educação, levantamento sobre a possibilidade de expansão das escolas do Novo Saber, com oferta de educação em tempo integral, além de planejar com as secretarias municipais sobre o processo de municipalização de unidades escolares que ofertam os anos iniciais do ensino fundamental. Outra expectativa é fortalecer o Regime de Colaboração. 

“Esse é o compromisso do Governo do Estado com a educação. Não queremos ilhas de excelências, trabalhamos de forma articulada com os municípios para construção de uma política educacional mais forte, que possibilite uma melhoria sistêmica no aprendizado de todos os estudantes. Temos projetos inovadores, como Escolas do Novo Saber e Criança Alfabetizada, que visam o fortalecimento da aprendizagem através do engajamento de todos os agentes”, enfatizou Neurizete Nascimento, secretária adjunta de Políticas Educacionais da Seed.

 

 

Pedra Branca do Amapari

Na primeira visita, gestores das 13 escolas estaduais do município se reuniram no pátio da Escola Estadual de Tempo Integral Prof° Maria Helena Cardoso, para dialogarem sobre suas atividades e principais desafios para o novo ano. Na ocasião, os gestores tiraram dúvidas acerca de suas ações em 2020 e receberam auxílio dos técnicos da Seed.

Outra reunião no município marcou o compromisso para finalização do processo de municipalização em Pedra Branca. A ideia é prestar suporte ao município para que ele ofereça mais vagas na modalidade de ensino fundamental (anos iniciais) através do repasse de prédios do Estado onde já funcionam unidades escolares.

O secretário municipal de Educação, Gabriel da Rocha, comentou sobre o processo e a parceria com o Estado.

“A gente sai feliz dessa reunião, pelo fato de termos a presença do Estado no nosso município participando da construção da educação de Pedra Branca, juntamente conosco. Nós, enquanto secretária municipal, temos atendido as demandas das escolas tanto do município quanto do Estado, e essa parceria, agora com o processo de municipalização, irá nos possibilitar abranger ainda mais escolas”, comentou Gabriel.

 

 

Serra do Navio

No município, o Estado possui três escolas da rede. A visita dos técnicos da Seed serviu para conhecer os projetos pedagógicos, conversar com os gestores para embasar a análise para expandir as escolas integrais nos 16 municípios.

Em uma das unidades visitadas, os educadores da Escola Estadual Colônia de Água Branca, localizada na zona rural do município, estão recebendo suporte técnico da Seed e, juntos, desenvolveram um projeto pedagógicos para o ano letivo de 2021, que foi apresentado e passará por ajustes.

Segundo os professores, o objetivo é buscar alternativas pedagógicas para melhorar o processo de aprendizagem, além de tornar a escola mais atrativa, combater a evasão escolar e fortalecer o vínculo com a comunidade. A unidade receberá um prédio novo que está sendo construído na mesma localidade.

O processo de municipalização em Serra do Navio está em fase de finalização com as unidades que já foram repassadas ao município.

 

Processo de municipalização

É a reorganização da rede de ensino pública no que tange o repasse para os municípios 100% da competência de lidar com o ensino fundamental nos anos iniciais, que ainda estiverem sob responsabilidade dos Estados.

Desde a Constituição Federal de 1988, promulgada após a redemocratização do País, a universalização do ensino fundamental e a erradicação do analfabetismo ganharam ênfase. No artigo 211, parágrafo 2º da carta magna, está previsto que os municípios devem atuar “prioritariamente” no ensino fundamental e pré-escola. Aos Estados fica a competência de lidar prioritariamente com ensino médio.

NEWSLETTER

Receba nossas notícias em seu e-mail ou celular.

EDUCAçãO - Secretaria de Estado da Educação
Avenida FAB, 96 - Cep: 68900-073, Macapá/AP - (96) 3131-2200 - seed@seed.ap.gov.br
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2017 - 2021 Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá